Rússia impõe sanções pessoais contra representantes da mídia britânica e figuras da defesa

Inflação na Alemanha atinge maior nível em quase 50 anos
Polícia Federal diz que suspeito preso confessou assassinato do indigenista e do jornalista na Amazônia

Rússia impõe sanções pessoais contra representantes da mídia britânica e figuras da defesa

Pessoas caminham perto do prédio do Ministério das Relações Exteriores da Rússia em Moscou, no dia 28 de março de 2022. (Xinhua/Bai Xueqi)

Moscou – A Rússia impôs sanções pessoais contra 29 representantes da mídia e 20 figuras de defesa do Reino Unido em uma medida de retaliação, afirmou o Ministério das Relações Exteriores da Rússia na terça-feira.

Os representantes da mídia, incluindo jornalistas que trabalham para o The Guardian, BBC e outros, e as figuras da defesa, incluindo o ministro britânico de Aquisições de Defesa, Jeremy Quin, terão sua entrada negada na Rússia.

Segundo o ministério, a medida é uma resposta às sanções pessoais introduzidas pelo governo britânico contra importantes jornalistas russos e chefes de empresas de defesa russas.

“Os jornalistas britânicos incluídos na lista estão envolvidos na disseminação deliberada de informações falsas e unilaterais sobre a Rússia e eventos na Ucrânia e no Donbass”, afirmou o ministério, acrescentando que, com suas avaliações tendenciosas, também contribuem para alimentar a russofobia na sociedade de Grã-Bretanha.

Os 20 indivíduos “ligados à indústria de defesa do Reino Unido estavam envolvidos na tomada de decisões sobre o fornecimento de armas à Ucrânia, que são usadas por punidores locais e formações nazistas para matar civis e destruir infraestrutura civil”, segundo o ministério.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *