Campanha Semana Criança é realizado pelo Detran-PE

Parte continental chinesa relata 22 novos casos importados de COVID-19
Xi destaca fortalecimento da democracia popular em todo o processo

Campanha Semana Criança é realizado pelo Detran-PE

Nesta terça-feira (12) foi comemorado o dia nacional das crianças no Brasil e, segundo os dados disponibilizados pelo Datasus – Departamento de Informática do Sistema único de Saúde, os dados coletados de 2019 revelaram que pelo menos uma criança morre por dia, sendo que 40% dessas mortes são causadas por veículos.
Pensando nessa conscientização, os técnicos da Escola Pública de Trânsito de Pernambuco (EPT/PE) realizaram uma campanha chamada Semana Criança que ensina os riscos de ingerir bebidas alcoólicas e misturar com a direção. As atividades ocorreram no Parque Dona Lindu, situado no Bairro de Boa Viagem na cidade do Recife, onde foi montado pistas de carros elétricos e também disponibilizaram óculos para simular os efeitos da bebida no organismo.
As crianças foram as condutoras dos veículos que foram supervisionadas pelos agentes de trânsito inicialmente sem os óculos e depois o mesmo percurso foi feito dessa vez com a utilização dos óculos para que elas percebem e se conscientizassem de que duas coisas não combinavam. No local houve também a entrega de livretos Turma da Mônica com dicas sobre o trânsito.
E não para por ai! A campanha ainda vai contar com mais atividades. A próxima atividade ocorrerá nesta quarta-feira (13) das 08 às 12 horas no bairro da Imbiribeira no Recife , na Escola Mundo Pontual. Na quinta-feira, dia 14, ocorrerá na Escola Geração Ativa no Cordeiro de 10 horas às 12 horas.
Para encerrar as atividades, o último evento será novamente no Parque Dona Lindu, Bairro Boa Viagem, com blitz educativa, dessa vez focada para a segurança interna das crianças como a necessidade do uso das cadeirinhas e bebê conforto. A campanha será no dia 16 das 09 horas e com a diferença de que dessa vez será por “drive in”.
“Queremos que elas ajam como multiplicadores, que influenciam os adultos a adotarem a postura correta” Roberto Fontelles ( Fonte: FolhaPE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *