“Xiplomacia” ecoa apelo dos tempos nas reuniões da ONU

Senadores ouvem especialistas para elaborar Estatuto do Pantanal
PF deflagra Operação Overload contra tráfico internacional de drogas

“Xiplomacia” ecoa apelo dos tempos nas reuniões da ONU

Ma Xiping/Xinhua

Beijing (Xinhua) – Com o mundo assolado por graves desafios como uma pandemia violenta, recessão contínua, aumento do isolacionismo e aumento do hegemonismo, uma série de reuniões recentes de alto nível da ONU representam as tentativas mais recentes do mundo para buscar um caminho adiante para a humanidade.
Em vários discursos proferidos na plataforma internacional mais importante, o presidente chinês Xi Jinping expôs sua abordagem para tratar dos problemas fundamentais da época e sua visão sobre a união de todas as nações que compartilham o planeta para construir um futuro compartilhado ainda melhor.
“A paz e o desenvolvimento continuam a ser a tendência dos tempos, e as pessoas de todos os lugares anseiam ainda mais fortemente pela paz, desenvolvimento e cooperação de benefício mútuo”, disse Xi no debate geral da 75ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas (AGNU). “A COVID-19 não será a última crise que a humanidade vai enfrentar, por isso devemos dar as mãos e estar preparados para enfrentar ainda mais os desafios globais.”
O líder chinês uniu o mundo com um plano e uma visão de como trabalhar, disse Stephen Perry, presidente do Clube do Grupo 48 da Grã-Bretanha. “Ele é um farol de esperança em um momento sombrio do planeta. Espero que ele possa trazer outros líderes nacionais com ele e se concentrar em fazer o mundo funcionar corretamente.”
MULTILATERALISMO COMO PRINCÍPIO FUNDAMENTAL
Em um momento histórico ocorrido há 75 anos, as Nações Unidas, o epítome do multilateralismo, foram estabelecidas após o flagelo de duas guerras mundiais para manter a paz duradoura e promover o desenvolvimento comum.
“Hoje, enfrentamos nosso próprio momento de 1945”, disse o secretário-geral da ONU, Antônio Guterres, na abertura da 75ª AGNU, alertando sobre um novo impasse, já que o sistema multilateral, a base para a globalização e a integração, está exposto a grandes riscos e desafios, como retirada de tratados e práticas militares e econômicas de bullying.
Observando que os últimos 75 anos foram um período de rápido desenvolvimento do multilateralismo, Xi enfatizou na reunião de alto nível para comemorar o 75º aniversário das Nações Unidas que “os assuntos internacionais devem ser tratados por meio de consultas entre todos nós”.
“Os problemas que o mundo enfrenta são grandes e muitos, e os desafios globais estão aumentando”, disse o presidente chinês. “Eles devem e só podem ser resolvidos por meio do diálogo e da cooperação.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *