Vice-governador Claudio Castro assume governo do Rio de Janeiro

Influenciado por exterior, dólar tem maior queda em três meses
Presidente do TSE diz que nunca houve fraude na votação eletrônica

Vice-governador Claudio Castro assume governo do Rio de Janeiro

Foto: Fernando Frazão

O vice-governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro, participou na tarde de hoje (28) de uma reunião com a cúpula da segurança estadual já como governador em exercício. O governador Wilson Witzel foi afastado por 180 dias após decisão do ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Witzel e a primeira-dama estão entre os denunciados à Justiça pela Procuradoria-Geral da República, que pediu seu afastamento. A acusação inclui o recebimento de propina por meio de contratos entre o escritório de advocacia de Helena Witzel e empresários que teriam sido favorecidos em contratações do estado.

Em pronunciamento à imprensa na manhã de hoje (28), o governador afastado disse que a decisão não se justifica e afirmou que irá recorrer .

Apesar de não estar entre os denunciados, o vice-governador foi alvo de um dos 82 mandados de busca e apreensão emitidos na operação.

Em nota distribuída à imprensa nesta tarde, já como governador em exercício, Castro lamenta os acontecimentos desta manhã e afirma estar com a consciência tranquila e totalmente à disposição para colaborar com as investigações.

“Advogado de formação, ele confia na Justiça e na garantia ao amplo direito de defesa a todos os envolvidos para que os fatos possam ser devidamente esclarecidos para a sociedade”, diz a nota.

“Cláudio Castro conduzirá o estado com transparência e responsabilidade para que a economia e os cidadãos não sejam afetados e reitera a importância do respeito ao cumprimento do devido processo legal, pilar da democracia”, acrescenta a nota.

Edição: Fernando Fraga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *