Fabricante de equipamentos pesados da China relata vendas robustas em 2020

Xi estende saudações festivas às crianças de toda a China
China aumenta depósito compulsório para moeda estrangeira

Fabricante de equipamentos pesados da China relata vendas robustas em 2020

Afoto mostra robôs trabalhando em uma fábrica da Sany Heavy Industry em Changsha, Província de Hunan, no centro da China, 20 de fevereiro de 2020. (Xinhua/Chen Zeguo)

Beijing, 1º jun (China) — A principal fabricante de equipamentos pesados da China, Sany Heavy Industry Co., Ltd., anunciou nesta segunda-feira que vendeu 98.705 unidades de escavadeiras em 2020.

De acordo com a consultoria de mercado de escavadeiras Off-Highway Research, as vendas de escavadeiras da Sany representaram 15% da fatia do mercado global em 2020, ficando em primeiro lugar no mundo.

As vendas de escavadeiras têm sido amplamente citadas como um importante indicador da vitalidade de uma economia, já que a demanda geralmente é apoiada pelo crescimento da mineração e pelo desenvolvimento de infraestruturas. As vendas de escavadeiras Sany em 2020 mostram que o potencial de crescimento econômico da China permaneceu forte apesar do impacto da epidemia da COVID-19.

“O mercado interno foi responsável por cerca de 90% do total de vendas da Sany em 2020”, disse Xiang Wenbo, presidente da Sany, acrescentando que as vendas têm sido robustas desde que a China conteve efetivamente a epidemia e estimulou a recuperação econômica no ano passado.

A empresa lançou na segunda-feira uma escavadeira inteligente de nova geração, a SY375IDS, que vem equipada com um balde de 1,9 metro cúbico e um sistema hidráulico controlado eletronicamente.

Com a tecnologia de controle remoto 5G, o produto pode funcionar sem operador em condições perigosas e complexas.

As vendas da Sany no exterior ultrapassaram 10 mil unidades em 2020, com um crescimento anual de mais de 30%. A participação das escavadeiras nos principais mercados como América do Norte, Europa e Índia aumentou significativamente, enquanto pontos brilhantes foram verificados no mercado do sudeste asiático.

“Esperamos atingir a meta de US$ 10 bilhões em vendas no exterior por volta de 2025”, disse Xiang.

Um trabalhador verifica um robô em uma fábrica da Sany Heavy Industry em Changsha, Província de Hunan, no centro da China, 20 de fevereiro de 2020. (Xinhua/Chen Zeguo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *