Embarcações russas chegam a Qingdao para exercício conjunto com Marinha da China

Papa Francisco diz que desemprego é tragédia mundial
Senado pedirá prioridade a projetos na Câmara

Embarcações russas chegam a Qingdao para exercício conjunto com Marinha da China

Xinhua

Navios da marinha russa chegaram nesta segunda-feira em Qingdao, Província de Shandong, para participar do exercício “Mar Conjunto 2019” China-Rússia.

Depois da chegada do cruzador russo Varyag, a banda militar da Marinha do Exército Libertação Popular da China (ELP) tocou os hinos nacionais da Rússia e da China.

Qiu Yanpeng, líder chinês do exercício e vice-comandante da Marinha do ELP, disse em seu discurso que as forças navais chinesas e russas procuram obter maior progresso no conteúdo, comando e organização do exercício para aprofundar mais a cooperação amistosa entre os dois países e as duas forças armadas.

Alexander Vitko, líder russo durante o exercício e vice-comandante da Marinha da Rússia, expressou sua convicção de que com o exercício, oficiais e soldados de ambas as marinhas melhorarão sua coordenação mútua.

O exercício conjunto, que ocorrerá de 29 de abril a 4 de maio em águas e espaço aéreo próximas a Qingdao, se focará na defesa marítima conjunta, indicou Ren Guoqiang, porta-voz do Ministério da Defesa Nacional da China.

O exercício visa consolidar e desenvolver a parceria estratégica integral de coordenação entre a China e a Rússia, aprofundar a cooperação pragmática naval e melhorar suas capacidades para responder em conjunto às ameaças contra a segurança nos mares. O exercício não está dirigido contra nenhuma terceira parte, explicou.

No exercício participarão dois submarinos, 13 navios, assim como aviões de asa fixa, helicópteros e fuzileiros navais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *