China continuará a trabalhar com Paquistão na luta contra COVID-19

Finalizado período anual de proibição de pesca no Mar do Sul da China
Agro é tech e digital há muito tempo

China continuará a trabalhar com Paquistão na luta contra COVID-19

Xinhua/Liu Tian

Beijing (Xinhua) — O Ministério das Relações Exteriores anunciou na sexta-feira que a China continuará a trabalhar com o Paquistão para combater a COVID-19 e expandir a cooperação em assistência com suprimentos médicos, intercâmbio de experiências, medicina tradicional chinesa e desenvolvimento de vacinas.

O porta-voz, Zhao Lijian, fez as observações em uma coletiva de imprensa ao comentar sobre a cooperação China-Paquistão na luta contra a COVID-19.

A China entregou mais de mil respiradores ao Paquistão no Aeroporto Internacional de Islamabad na quinta-feira. Durante a cerimônia de entrega, Muhammad Afzal, presidente da Autoridade Nacional de Gerenciamento de Desastres (NDMA, em inglês) do Paquistão, expressou seu apreço pela assistência contínua prestada ao seu país pelo governo e pelo povo da China durante a pandemia.

O presidente da NDMA disse que a China não só ajudou o Paquistão a combater o vírus, mas também ajudou o país a combater os enxames de gafanhotos fornecendo pesticidas e equipamentos relacionados.

Saudando a assistência mútua entre os dois países desde o início da pandemia, Zhao disse que o governo chinês atribui grande importância à assistência ao Paquistão em sua luta contra a COVID-19 e que a cooperação bilateral no combate pandêmico demonstrou plenamente que a solidariedade e a cooperação são armas poderosas contra os desafios globais.

Ele revelou que, de acordo com as estatísticas, a China enviou ao Paquistão sete lotes de suprimentos médicos, incluindo máscaras faciais, roupas de proteção, kits de teste, respiradores, óculos, luvas cirúrgicas e termômetros, totalizando um peso combinado superior a 100 toneladas métricas.

A China continuará a trabalhar com o Paquistão para combater a COVID-19 e expandir a cooperação em assistência com suprimentos médicos, intercâmbio de experiências, medicina tradicional chinesa e desenvolvimento de vacinas, até obter uma vitória definitiva sobre o vírus, acrescentou.

Observando que sexta-feira foi o Dia da Independência do Paquistão, Zhao estendeu as felicitações da China e disse acreditar que o Paquistão alcançará maiores conquistas em prol da causa de construção nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *