Morre príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth II
China realiza conferência internacional sobre PCC e progresso de direitos humanos na China

A capital do Ecoturismo , Bonito-MS

Foto: Flávio André de Souza

O ecoturismo, também conhecido como turismo ecológico ou turismo de natureza ou é,” segmento da atividade turística que utiliza, de forma sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentiva sua conservação e busca a formação de uma consciência ambientalista por meio da interpretação do ambiente, promovendo o bem-estar das populações”, segundo o  EMBRATUR – Instituto Brasileiro de Turismo. Ou seja, a prática de atividades turísticas voltadas para a conservação do meio ambiente.

Para quem curte esse tipo de prática é gosta de aventuras, o município de Bonito, localizado no Mato Grosso do Sul é o lugar ideal. Cercado por trilhas verdes, cachoeiras, águas cristalinas e muito mais, a cidade turística tem atrativos para todos os tipos de visitantes. Entre algumas atividades estão:

  • Trilha – Caminhadas em ao livre é um dos pontos fortes do turismo na cidade.  A Boca da Onça, Trilha do Buraco das Araras e a Trilha do Parque Ecológico oferecem uma vista de árvores típicas, além de poder apreciar alguns animais que circulam pelos locais.
  • Rapel –  O rapel é uma atividade de descida vertical por meio de cordas. Em Bonito há várias atrações, como o Abismo Anhumas, que é uma das cavernas mais procuradas e possui uma descida de 72 metros. Outro lugar é o Rapel Boca da Onça, que conta com 90 metros de altura.
  • Arvorismo – Promove ao visitante uma caminhada entre as árvores, com alturas entre 0 a 20 metros e demanda de um pouco mais de esforço físico. Um dos circuitos do arvorismo está localizado a 8 quilômetros praça das piraputangas.  Outro é o Cabanas Arvorismo, que possui atividades distintas sendo 18 obstáculos e duas tirolesas. Nessa atividade, se pode explorar a vista da natureza por diversos ângulos.
  • Flutuação – Por meio de um mergulho superficial o turista pode ter contato direto com o animais marinhos, assim como a fauna aquática. O Rio da Prata e o Rio Sucuri oferecem essa experiência e duram cerca de 5 a 7 horas.

Entre tatos locais, outros podem ser explorados, como o Aquário Natural- Baía Bonita que possui passeios, a caverna Gruta do Lago Azul, A Cachoeira Estância Formosa e o Balneário do Sol. Além do Parque das Cachoeiras e Ilha do Padre e o Projeto Jiboia.

A Secretária Municipal de Turismo,  Indústria e Comércio adotou medidas  para que o turista possa visitar o local com segurança: ”Neste momento de Pandemia, a cidade de Bonito adotou todos os Protocolos de Biossegurança para atender você visitante. Além disso, obtivemos recentemente os Selos “Bonito Seguro” e “Safe Travel“, que certificam Bonito, como destino seguro e responsável no combate ao COVID-19.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *